• Grey Instagram Icon
  • Ícone cinza LinkedIn
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Ícone
  • Grey YouTube Icon
  • Grey SoundCloud Ícone
  • Grey Spotify Ícone

@ruyjobim since 1964

Buscar

A Rádio Mundial | maio 2009



Não tenho autorização nem procuração para falar pelos amigos que participaram da nova Rádio Mundial há um ano (texto escrito há tempos). Sendo assim, falo por mim sobre esta emissora que ainda me fez pensar que poderia haver alguma renovação. Ao visitar os estúdios em obras vi que o projeto era sério e que vinha para ficar. Nas reuniões falavam de investimentos e qualidade na transmissão e na notícia. No treinamento que durou mais de um mês, sentia que fazia algo diferente, uma rádio com TV. Neste tempo de espera até a entrada no ar, algo estava errado. Eu, com 25 anos de profissão (na época), queria muito que tudo acontecesse como previsto, mas tinha muita gente mandando, muita gente opinando e muita fofoca. Não havia um líder. Mesmo vendo os erros, há exatamente um ano, eu e Bettina entramos no ar inaugurando a Nova Rádio Mundial - a rádio que você vê! Na primeira hora entrevistamos o ex-prefeito, falamos com publicitários e minha paixão pelo rádio estava novamente no ar. Entramos sem saber quanto seria o salário, como seriam as folgas, plano de saúde e todo o resto. Para se ter uma ideia de falta de liderança ou organização, meus últimos pagamentos foram depósitos com 16 cheques em minha conta corrente. Isso mesmo. Para completar a soma, depositaram 16 cheques em meu banco. Cheques de 30 reais, 120 reais ... e assim íamos levando a rádio sem saber do futuro. Após 6 meses sem respostas, resolvi abandonar o projeto. Claro que fiquei muito aborrecido, mas aliviado. Depois soube das demissões, dos aborrecimentos, da falta estratégia e tudo que vocês devem saber também. Exatamente há um ano entrei com muito gás neste projeto. Na época de minha saída, disse que iria cuidar de minha saúde. Não era só isso, embora a descoberta da diabetes tenha me deixado um pouco fora do prumo. Não dava mais para ser tão cobrado e pouco ter em troca. Lamentável a atitude dos empresários que fizeram (ou não) a Rádio Mundial. Ouvi dizer que devem muito dinheiro aos funcionários. A mim não devem nada. Nem um centavo. Aliás, o que me devem o dinheiro não pode pagar.


19 visualizações