• Grey Instagram Icon
  • Ícone cinza LinkedIn
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Ícone
  • Grey YouTube Icon
  • Grey SoundCloud Ícone
  • Grey Spotify Ícone

@ruyjobim since 1964

Buscar

Para onde vai a nova comunicação?



Tenho pensado sobre o que esta acontecendo com a comunicação e a tecnologia. Me deparo constantemente com alunos mais maduros dizendo que não conseguem acompanhar e nem "mexer" nos novos celulares. Isso me preocupa porque não é só a dificuldade em dominar os novos gadgets, mas também saber como usá-los para a comunicação. Resumindo: Pode saber usar, mas não sabe se comunicar. As pessoas que insistem em não saber ou aquelas que batem no peito orgulhosas dizendo que 'não usam a internet etc e tal' vão ficar cada vez mais no acostamento. No final da década passada a mobilidade trazida nos celulares desbancou um monte de coisas que até então não existiam. Fotos, aplicativos de todas as formas, uber, nuvem, etc. Essa defasagem no mundo digital acarreta ainda mais uma depressão social e o afastamento cada vez maior daqueles que dominam e dos que são dominados.

Não falo de idade. Hoje temos velho-velho e velho-jovem, assim como temos jovens-velhos. Quem estiver apegado ao século passado vai precisar de atualização. E isso é sério. Como estou ligado à formação profissional por ser diretor da Escola de Rádio, percebo que as faculdades e escolas estão formando gente para um mercado que não existe mais!

Tenho falado e até estimulado os mais jovens que liguem suas antenas para outro propósito que não seja apenas aquela velha ideia inicial de ser um trabalhador de comunicação. É preciso a vivência da rotina, dos problemas e soluções, a vivência com pessoas e ideias cada vez mais distintas. Ouço pessoas dizendo que querem abrir empresas sem nunca terem trabalhado na vida. Vamos pensar e inovar, sim, mas é preciso ter uma base para alcançar isso.

O aluno não pode e não deve ficar nos muros da faculdade e dos cursos. Tem que acompanhar o mundo, as notícias, as novelas, o sertanejo, o rock, enfim, tem que saber extrair tudo da comunicação. Não pode mais dizer que odeia isso ou aquilo sem saber ou experimentar. Em algum momento vai se deparar com um trabalho que está bem distante daquilo que gosta, mas é trabalho e tem que ser feito!

Cresci ouvindo que o ideal era ser militar ou trabalhar no Banco do Brasil, Petrobrás e lá fazer uma carreira estável com boa remuneração. Fácil perceber que tem muita gente desiludida com a profissão e muitos empresários quebrando nesse país de maluco. Não há regra.

As pessoas não estão compreendendo o que está acontecendo com a comunicação. Não conseguem interagir com isso. Não me refiro a nenhuma classe social e muito menos a base cultural. O melhor exemplo é o Facebook com seus haters cada vez menos amistosos dizendo qualquer tipo de coisa sem saber sobre o que está opinando. Amizades se perdendo por conta de reações mal interpretadas ou opiniões não solicitadas.

Esse é o ponto central deste post. As pessoas não sabem o que fazer com a tecnologia. Não querem aprender e julgam desnecessário saber. Esqueçam a frase "na minha época era melhor", quem sabe os mais novos hoje dirão isso daqui a 20 anos? O que me preocupa é ter cada vez mais as pessoas no acostamento evitando o fluxo normal de desenvolvimento. Tente tudo, leia mais e não tenha preguiça de saber mais sobre alguma coisa que todos estão comentando. Não seja tão crítico. Não tenha medo de errar. É preciso entender este novo tempo.

#locuçao #locutor #palestra #comunicação #ruyjobim #sucesso

16 visualizações