• Grey Instagram Icon
  • Ícone cinza LinkedIn
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Ícone
  • Grey YouTube Icon
  • Grey SoundCloud Ícone
  • Grey Spotify Ícone

@ruyjobim since 1964

Buscar

Ser pai é mágico, mas não é fácil.



Às vezes eu choro porque o mundo é tão grande e você é tão pequena e eu me preocupo – Ah, se me preocupo! – com a sua pequenez nesse lugar tão grande. Às vezes eu choro porque você é tão grande e eu sou tão pequeno e quanto maior você se tornar, menor eu serei, e eu me preocupo – como me preocupo! – sobre minha pequenez em seu mundo gigante. Você sempre será maior que eu. Às vezes eu choro porque este amor é tão grande que sinto meu coração estourar – é estranho e doloroso – uma sensação terrível, como um rompimento normal, mas doloroso. Às vezes eu choro porque seus olhos são tão brilhantes, sua alma é tão nova, seu coração está tão aberto, e eu estou triste. Estou triste por sua inocência que vai se desintegrar por experiências brutais e necessárias, porque você é tão humana quanto nós. Às vezes eu choro porque você vai precisar de ajuda de uma maneira que não poderei ajudar. Ah, como queria te proteger sempre! Às vezes eu choro porque, como pai, não tenho escolha, a não ser vestir minha fantasia de adulto todos os dias. Pensar em tudo isso é realmente cansativo. Então às vezes eu choro por você. E por mim. E por este grande mundo. E por mil outras terríveis, maravilhosas, desesperadas e belas razões que você não vai entender até que você se torne mãe. Livre adaptação do texto ‘Sometimes I Cry’ de Annie Reneau


19 visualizações